quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Ubuntu Rulez

Hum é difícil começar um post com esse nome depois de ter maltratado o Ubuntu por tanto tempo. Mas a vida anda e as coisas mudam certo?


Há uns dois meses instalei o Ubuntu 6.10 em meu notebook para ensinar minha namorada utilizar o sistema, mas fique apenas nisso, não atualizei e nem coloquei novos programas, ele ficou lá apenas de "enfeite". Esses dias precisei utilizar o note e a primeira coisa que pensei foi "O que vou colocar no lugar do Ubuntu", mas então me veio à mente algo estranho "Vou utilizar esse Ubuntu por uns dias depois troco". Sempre fui fã do KDE e do Blackbox e lá estava o Gnome, "coisa esquisita", "cade as barras transparentes", "e esses menu estranhos?"... Frases comuns quando se está diante de algo "novo".


Então o primeiro passo foi fuçar nas configurações dele e deixá-lo com uma cara mais agradável à meu gosto. Depois de uns ajustes e da instalação do GDesklets ele ficou com uma cara bem amigável, aí veio a utilização do sistema, é incrível como as coisas simplesmente "funcionam" no Ubuntu, tudo bem feito e bem configurado, o gerenciador para instalar novos programas é tipo um aptitude, é bem legal, mas ainda prefiro o aptitude. Quando fui instalar o Apache, por exemplo, ele não estava no gerenciador apenas no aptitude. Lembrando que até aqui nem toquei na sources.list dele, pois tudo o que precisei eu encontrei.


Estou usando o Ubuntu e está sendo um período agradável, no pc uso o Debian e no note o Ubuntu. Então, hoje recebi um e-mail de um amigo (O sr. Emphasis in Metal "diego-mendes at prodesan com br") com uns "links interessantes" para o Ubuntu. E aí vão eles:


Source-O-Matic: Aqui você pode montar sua source.list. Como? Funciona assim, você entra no link escolhe o seu país, a versão do Ubuntu, a arquitetura do processador, e se quiser checa a caixinha de que quer adicionar a source dos fontes dos programas, então clica em "send". Depois disso você pode escolher os tipos de pacotes que quer, já ficam marcados os pacotes desenvolvidos pela equipe Ubuntu e pela comunidade Ubuntu. E há mais opções como pacotes KDE, Wine, Opera, etc. Após selecionar os pacotes você clica em "create source.list" e pronto tens uma lista nova em folha. Agora copie o conteúdo gerado no seu browser e substitua o conteúdo do arquivo /etc/apt/sources.list por ele, atualize o apt ("# apt-get update") e abra o seu gerenciador de pacotes favorito =).


Ubuntu Games: Esse eu fiquei bem impressionado, é um projeto brasileiro onde foi desenvolvido um cara chamado IUG (Instalador Ubuntu Games), no site há instruções de como instalar. Após a instalação do IUG você pode executá-lo e navegar pelos estilos de jogos e escolher os que você quer instalar, ele faz todo o trabalho para você apenas se divertir depois. Esse é bem legal mesmo.


Ubuntu Screencasts: Aqui temos vídeos ensinando a fazer coisas como baixar e queimar a iso do Ubuntu, instalar em dual-boot com Windows(r), custumizar o desktop, etc. Esse vale a pena para quem está começando.


Bem, é isso agradeço ao sr. Emphasis in Metal pela dica sobre os links, que, aliás, eu não conhecia, e espero que aproveitem =)


InFog

4 comentários:

emphasis.in.metal disse...

Ficou interessante o tópico, principalmente com a introdução. Sobre o sources.list generator, o correto é Source O' Matic, com T. Hehehehe.. Falou Evaldo, até mais!!!

InFog disse...

Opa tá corrigido, malz =) falta de atenção

ovandalo disse...

Na real, acho que é Source-O-Matic... :)
Exelente Post. Muito bons esses links

InFog disse...

Aiaiai... mais um pouco de pesquisa e vi que o barato é Source-O-Matic mesmo, valeu ovandalo.